A importância do fundo de reservas condominial

Quem paga por roubos e danos no condomínio?
30 de junho de 2020
Quem pode ser síndico ou conselheiro do condomínio?
7 de julho de 2020

A importância do fundo de reservas condominial

Os fundos financeiros são extremamente importantes para os condomínios, sendo o fundo de reservas o mais comum entre eles. É uma espécie de colchão de segurança financeiro para os condomínios, e que tem como principal função, evitar a temida taxa extra! A taxa extra é gerada para cobrir custos que não foram previstos no orçamento de despesas do condomínio. Ele também é utilizado em despesas extraordinárias, como veremos mais à frente. 

Entretanto, nem todos os condomínios possuem esse fundo de reservas, e em caso de imprevistos nas despesas orçamentárias, precisam fazer o rateio entre os condôminos. Se seu condomínio ainda não criou o fundo de reservas, nós do Síndico Preparado sugerimos criar o quanto antes. Não é um fundo obrigatório, mas é adotado por vários condomínios para ter segurança financeira. 

A reserva financeira é extremamente importante para evitar que não haja descompasso entre as despesas do condomínio

Você, síndico interessado na criação do fundo de reservas, deve convocar uma assembleia especificando o objetivo, e com os valores sugeridos para destinarem ao fundo de reservas.

Grande parte dos condomínios tem a taxa do fundo de reserva estabelecida entre 5% e 10%, devendo ser retirada mensalmente da taxa condominial. Já o limite do fundo pode variar em 2x ou 3x o valor da receita mensal do condomínio.

Quem deve pagar?

Por se tratar de uma despesa extraordinária, deve ser paga pelo proprietário do imóvel. Independentemente se a unidade está alugada, essa obrigatoriedade está prevista no art. 22, X, da Lei 8245/91, fique atento à isso!

Para que é usado?

O fundo de reservas é utilizado para pagar as despesas extraordinárias, como obras preventivas e corretivas, compra de bens para as áreas comuns e também EPI’s.

É importante lembrar que o fundo de reservas também pode ser utilizado para cobrir a inadimplência condominial, bastante comum, e que nosso e-book gratuito Inadimplência Zero dá dicas valiosas para combatê-la. A utilização da reserva para saldar débitos oriundos da inadimplência permite ao condomínio manter-se quite com seus fornecedores e dá chance de o síndico e/ou administradora do condomínio iniciar o 3 Mandamentos contra Inadimplência apresentada em nosso e-Book.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *